Vale ouro!

Minas bate o Eczacibasi, da Turquia, e está na final do Mundial de Clubes



Shaoxing, China –  Depois de 26 anos do vice-campeonato mundial, em 1992, o Minas volta à decisão da maior e mais importante competição interclubes do planeta. Na noite desse sábado (8/12), em Shaoxing, na China, o time minastenista fez um jogo implacável e derrotou, com muita raça, o forte Eczacibasi, da Turquia, por 3 sets a 2. A equipe turca saiu na frente (25/22), mas viu o Minas virar o jogo após uma arrancada espetacular no segundo set, em que o time mineiro perdia a parcial, por 24/19, e virou para 26/24. Embaladas pela vitória, as minastenistas desempataram o jogo no terceiro set com ampla vantagem: 25/13. As turcas equilibraram o duelo e empataram no quarto set (25/23). No tie-break, as minastenistas fizeram 15/13 e garantiram a classificação para brigar pelo título. Na segunda decisão de Campeonato Mundial da história, o Minas vai enfrentar o Vakifbank, também da Turquia, que venceu o Praia Clube, na outra semifinal, por 3 sets a 1. O duelo será neste domingo (9/12), às 10h, no horário de Brasília (DF), 20h, no horário local. O Sportv 2 transmite a partida.

Após 26 anos, equipe minastenista volta a decidir o Mundial de Clubes (Foto: FIVB/Divulgação)Após 26 anos, equipe minastenista volta a decidir o Mundial de Clubes (Foto: FIVB/Divulgação)

O nome do jogo foi a ponteira Natália. A atleta marcou 31 pontos no jogo e foi escolhida, pela Federação Internacional de Volleyball (FIVB), a melhor jogadora em quadra. Além dela, Gabi e Bruna Honório também pontuaram bem, com 19 e 17 acertos, respectivamente.

Minas e Eczacibasi fizeram um grande jogo no Complexo Esportivo de Shaoxing. O duelo foi marcado pelo equilíbrio e pela boa qualidade técnica apresentada pelas equipes. No primeiro set, o Minas jogou de igual para igual com as turcas, que chegou a abrir quatro pontos de vantagem antes do 20º ponto. O time brasileiro, sem se abalar, fez o seu jogo e conseguiu empatar (20 a 20). Porém, na reta final, o Eczacibasi teve um pouco mais de calma nas finalizações e conseguiu fechar a parcial em 25/22.

O Minas voltou para o segundo set determinado a buscar a igualdade no placar e conseguiu de forma espetacular. O Eczacibasi controlou o jogo o set inteiro e o Minas sempre acreditou. Na reta final, as turcas abriram 24 a 19. Lavarini parou o jogo e corrigiu o posicionamento da equipe. O bloqueio minastenista, formado Bruna Honório, Mayany e Natália, se transformou em um verdadeiro paredão e parou o ataque adversário, que viu o Minas virar o placar para empatar o jogo: 26 a 24.

No terceiro set, o Eczacibasi foi totalmente dominando pelo Minas. Empolgadas pela vitória no segundo set, as minastenistas ganharam o apoio do torcedor chinês e foram ao ataque. Gabi e Natália ditaram o ritmo e desconcertaram a defesa adversária, que nada pode fazer para evitar a ampla vantagem de 12 pontos do Minas: 25/13.

No quarto seguinte, o Eczacibasi se encontrou novamente e conseguiu equilibrar a partida. As minastenistas mantiveram o pique, mas faltou um pouco de definição na reta final. Assim, a equipe turca conseguiu empatar o jogo: 25/23.

No tie-break, o equilíbrio entre as equipes mostrava que a disputa seria dura. E assim foi. O Minas liderou o placar a maior parte do jogo. As turcas encostaram, mas, no fim, as brasileiras tiveram calma e, na raça, fecharam o duelo em 15/12.

A central Carol Gattaz disse que o Minas acreditou o tempo todo que era possível vencer, e a vitória foi construída após a espetacular virada no segundo set. “O nosso time acreditou o tempo todo. A nossa vitória começou a ser construída no segundo set, quando viramos o placar daquela forma. A partir daquele momento, jogamos melhores e controlamos muito bem o adversário. Começamos o jogo um pouco lentas, após aquela virada no segundo set, nós crescemos e fomos para cima. Fizemos um terceiro set maravilhoso e, no quarto, o Eczacibasi, que é muito forte, conseguiu empatar. No tie-break, conseguimos impor o nosso jogo e estamos na final”, comentou a capitã do Minas.

Ficha técnica
Minas:
Macrís, Bruna Honório, Mara, Carol Gattaz, Natália, Gabi e a líbero Léia. Entraram: Bruninha, Mayany, Malu e Georgia. Técnico: Stefano Lavarini.
Eczacibasi: Boskovic, Lauren, Gamze, Kiliçli, Larson, Kim e a líbero Simge. Entraram: Meliha, Arici, Gozde e Ezgi. Técnico: Marco Aurélio Motta.
Árbitros: Nathanon Sowapark, da Tailândia, e Jiang Liu, da China.

Delegação na China
O Minas está em Shaoxing com as ponteiras Gabi, Natália e Lana; com as centrais Carol Gattaz, Mara e Mayany; com as opostas Bruna Honório e Malu; com as levantadores Macrís e Bruninha; e com as líberos Léia e Georgia. Na comissão técnica estão o técnico Stefano Lavarini, o assistente técnico Durval Nunes (Duda), o preparador físico Alexandre Marinho, a fisioterapeuta Marcela Gomide, o estatístico Rodrigo Fuentealba, o gerente de vôlei feminino Jarbas Soares Ferreira, a diretora de vôlei feminino Keyla Monadjemi e o diretor médico Rodrigo Otávio. O jornalista José Luiz Júnior, da Assessoria de Comunicação do Minas, acompanha a delegação e está à disposição de profissionais da imprensa pelo e-mail jose.luiz@minastc.com.br.

Mundial de Clubes
4/12 – Minas (3 x 2) Volero Le Cannet - Shaoxing (China) – (12/25, 25/20, 25/16, 17/25 e 16/14)
5/12  - Zhejiang Jiaxing (1 x 3) Minas - Shaoxing (China) – (17/25, 25/21, 10/25 e 17/25)
7/12 – Vakifbank (3 x 0) Minas - Shaoxing (China) – (25/23, 30/28 e 25/28)
8/12 – Eczacibasi (2 x 3) Minas - Shaoxing (China) – SEMIFINAL (25/22, 24/26, 13/25, 25/23 e 15/12)
9/12 – Minas x Vakifbank - FINAL

* Horário de Brasília

Patrocinador: Localiza Hertz 
Patrocinador: 
Axial
Patrocinador: 
 JAM Engenharia
Fornecedor de Material Esportivo: Rainha

Siga as redes sociais oficiais do Vôlei do Minas:
Facebook: /mtcvolei
Instagram: @mtcvolei