Vale a taça

Camponesa/Minas e Sesc-RJ duelam em busca do título sul-americano, neste sábado

Vale a taça


A Camponesa/Minas está na decisão do Campeonato Sul-Americano Feminino de Clubes 2018. Na noite desta sexta-feira, a equipe mineira não tomou conhecimento do Gimnásia Y Esgrima e derrotou o time argentino, por 3 a 0, na semifinal da competição, disputada na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG). Com parciais de 25/14, 25/13 e 25/11, as minastenistas se credenciaram para a final, que será disputada neste sábado (24/2), às 15h45, também na Arena MTC. O adversário será o Sesc-RJ, que venceu o Regatas Limas, do Peru, na outra semifinal, por 3 a 0 (25/13, 25/8 e 25/9). Nome do jogo, Rosamaria jogou de oposta, devido à lesão de Hooker, e marcou 16 pontos. Além dela, Sonja, com 13, Carol Gattaz, com 10, e Pri Daroit, com nove, deram muito trabalho à defesa argentina e contribuíram para o triunfo minastenista. A decisão deste sábado será transmitida, ao vivo, pelo Sportv. Antes, às 12h30, haverá a disputa do terceiro lugar, entre Gimnásia Y Esgrima e Regatas Lima.

hskjcjkxAtaque adversário não conseguiu passar pelo bloqueio minastenista (Foto: Orlando Bento/Minas TC)

Os ingressos para a grande decisão e para a disputa de terceiro lugar estão à venda na internet e nas Centrais de Atendimento (somente para sócios do Minas). Os valores são R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada), para estudantes, crianças de 6 a 12 anos, pessoas com mais de 60 anos e sócios do Minas (É necessária a apresentação de documento que comprove o benefício). A bilheteria e os portões da Arena MTC serão abertos às 11h30.

Como foi...
A equipe Camponesa/Minas entrou em quadra determinada a conquistar a vaga na final. E as comandadas do técnico Stefano Lavarini fizeram por merecer. O time mineiro dominou as argentinas desde o início do jogo. O ataque forte e consistente de Pri Daroit, Rosamaria e Sonja Newcombe mostrou que o duelo seria complicado para o Gimnásia Y Esgrima, que pouco incomodou no primeiro set: 25/14.

O segundo set começou no mesmo ritmo. A equipe minastenista abriu 7 a 2 logo no início, o que obrigou o Gimnásia a parar o jogo. Nem mesmo o pedido de tempo adversário parou as minastenistas. Na retomada da partida, Rosamaria emplacou um ace (8 a 2) e, depois, a diferença só aumentou. As argentinas tentaram pela entrada e pela saída de rede, mas o bloqueio minastenista, formado por Mara, Gattaz e Rosamaria, funcionou muito bem. Dessa forma, a vitória minastenista se confirmou: 25/13.

Na parcial seguinte, domínio minastenista novamente. O time adversário não conseguiu esboçar reação, após ver, no placar, a vantagem minastenista de 10 a 1. A partir daí, o time minastenista administrou a vitória e se garantiu na final, ao fazer 25/11.

Para a central e capitã Carol Gattaz, o time se comportou bem no duelo e, agora, se concentra para a grande decisão deste sábado. “O nosso time conseguiu impor um volume de jogo muito alto e, por isso, conseguimos as vitórias até aqui. Agora, é concentração total. Final é outro campeonato e não permite erro. Qualquer falha pode custar muito caro. Foi muito bom o jogo de hoje ter sido com parciais baixas, para que a gente consiga descansar mais. Amanhã, vamos com tudo”, comentou Carol Gattaz, que marcou dez pontos contra o Gimnásia Y Esgrima.

5º lugar
Na tarde desta sexta-feira, o Boca Juniors, da Argentina, venceu e San Simón, da Bolívia, por 3 a 0, e terminou o Campeonato Sul-Americano Feminino de Clubes na quinta colocação. As parciais do jogo foram: 25/10, 25/11 e 25/17.

Ficha técnica
Camponesa/Minas:
 Macrís, Rosamaria, Carol Gattaz, Mara, Newcombe, Pri Daroit e a Léia (líbero). Técnico: Stefano Lavarini.
Gimnásia Y Esgrima: Palma, Graff, Tati Vera, Fer Melo, Acosta Bergé e Granado (líbero). Entrou: Garcia. Técnico: Paula Veronica Casamiquela.
Árbitros: Jaimes Castillo, do Peru, e Mauricio Lueges, da Argentina.

Tabela completa
20/2 (terça-feira)
Camponesa/Minas (3
 x 0) Regatas Lima (PER) - (25/22, 25/13 e 25/14)
Gimnasia Y Esgrima (ARG) (3 x 0) San Simón (BOL) - (25/11, 25/12 e 25/16)

21/2 (quarta-feira)
Sesc-RJ (BRA) x Gimnasia Y Esgrima (ARG) – (25/13, 25/15 e 25/17)
Camponesa/Minas x Boca Juniors (ARG) – (25/7, 25/16 e 25/12)

22/2 (Quinta-feira)
Sesc-RJ (BRA) (3 x 0) San Simón (BOL) – (25/6, 25/14 e 25/13)
Regatas Lima (PER) (3 x 1) Boca Juniors (ARG) - (25/23, 25/18, 19/25 e 25/21)

23/2 (Sexta-feira)
Boca Juniors (ARG) (3 x 0) San Simón (BOL) – (25/10, 25/11 e 25/17)
Semifinal 1 - Camponesa/Minas (3 x 0) Gimnásia Y Esgrima (ARG) – (25/14, 25/13 e 25/11)
Semifinal 2 – Sesc-RJ (BRA) (3 x 0) Regatas Lima (PER) - (25/13, 25/8 e 25/9)

24/2 (Sábado)
12h30 – Disputa de 3º lugar –  Gimnásia Y Esgrima (ARG) x Regatas Lima (PER)
15h45 – Final – Camponesa/Minas x Sesc-RJ – Sportv

O Campeonato Sul-Americano Feminino de Clubes possui incentivo do Minas Esportiva Incentivo ao Esporte através do Decreto 46.308/2013 - projeto número 2017.01.0276. http://incentivo.esportes.mg.gov.br/

Patrocinador: 
Leite Camponesa
Patrocinador: Embaré
Patrocinador: Localiza Hertz
Patrocinador: Newton Paiva
Fornecedor de Material Esportivo: Karine Lessa

Fotos: Orlando Bento/MinasTC