Que show!

No tie-break, Minas vence o Sesc-RJ e fecha 2018 invicto na Superliga



Minas e Sesc-RJ reeditaram a final do Campeonato Sul-americano 2018. Em quadra duas potências do vôlei brasileiro deram um show para os 2.342 torcedores presentes na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte. O time mineiro entrou em quadra para defender a invencibilidade e, com muita raça, saiu de quadra com a sétima vitória seguida na Superliga Feminina Cimed 2018/19. O placar de 3 sets a 2 mantém a invencibilidade do Minas, que segue na vice-liderança, agora, com 20 pontos. A capitã Carol Gattaz foi eleita a melhor jogadora em quadra e levou o Troféu Viva Vôlei. Já a oposta Bruna Honório foi a maior pontuadora do time, com 20 acertos. Natália e Gabi também se destacaram, com 17 e 14 pontos cada, respectivamente.

Bruna Honório foi a maior pontuadora do Minas, com 20 pontos (Foto: Orlando Bento/MTC)Bruna Honório foi a maior pontuadora do Minas, com 20 pontos (Foto: Orlando Bento/MTC)

O Minas, agora, só volta a jogar pela Superliga Feminina em 2019. O time foi dispensado para as comemorações de Natal e, na próxima semana, fará apenas três treinos, nos dias 26, 27 e 28/12. Depois, as atletas serão liberadas para as celebrações do réveillon e se reapresentam ao Clube no dia 2/1, quando iniciam a preparação para o clássico mineiro contra o Dentil/Praia Clube, que será no dia 4/1, às 21h30, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. O duelo será transmitido, ao vivo, pelo Sportv.

O duelo
O primeiro set foi de tirar o fôlego. Os dois times disputaram o ponto a ponto do início ao fim, como já era previsto. O Minas esteve seguro em sua defesa e conseguiu virar boas bolas no ataque. Porém, no fim, o time do Rio de Janeiro marcou o setor ofensivo minastenista e venceu a primeira parcial: 28/26.

Deu gosto ver a raça e a determinação que o Minas entrou em quadra para o segundo set. Com boa distribuição de bola de Macrís, Gabi, Natália e Bruna Honório deram muito trabalho para a defesa adversária. Quando não vinha com elas, Carol Gattaz, na China, afundava a bola na quadra do Sesc-RJ. Na reta final, Bruna Honório foi ao saque e, após dois aces seguidos (24/11), levantou o torcedor minastenista. No terceiro saque seguido, a defesa adversária errou na recepção e viu o Minas empatar o jogo: 25/11.

O terceiro set voltou a ser equilibrado. O Minas esteve mais consistente no ataque e permaneceu à frente do placar a maior parte do tempo. O adversário tentou reagir, mas, na reta final, não suportou a pressão e tomou a virada: 25/22.

No quarto set, o Minas não conseguiu impor o mesmo ritmo e cometeu alguns erros na recepção. Desta forma, o time adversário cresceu no jogo e conseguiu empatar a partida: 25/16.

No tie-break, haja coração! O Minas contou com o apoio do seu torcedor e conseguiu fazer o seu jogo. Resistente, o Rio de Janeiro usou todas as suas forças e trocou de lado na quadra em vantagem (8/7). A partir daí, o Minas cresceu e, com boas viradas de bola de Bruna Honório, conseguiu passar à frente no placar. Empolgado e empurrado pelos torcedores, o Minas manteve e ritmo e fechou o jogo após bloqueio de Mara: 15/13.

A ponteira Natália comemorou a vitória. “Foi uma vitória superimportante. Contra o Rio, nunca será uma partida fácil. Eu já joguei do outro lado e sei das qualidades do time. Estamos todas de parabéns pela vitória, mostramos muita vontade e conseguimos vencer. Agora, é descansar um pouco e voltar com tudo no ano que vem”, disse a ponteira minastenista.

Em todas as edições
Antes de começar o jogo desta sexta-feira, o Minas foi homenageado pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) por ser o único clube do Brasil a participar das 25 edições da Superliga, tanto no feminino quando no masculino. O superintendente de competições quadra da CBV, Renato D’Ávila, entregou uma placa ao diretor de vôlei masculino do Clube, Elói Lacerda de Oliveira Neto, que representou o Clube.

O diretor Elói Lacerda (à direita) recebeu a homenagem em nome do Clube (Foto: Orlando Bento/MTC)O diretor Elói Lacerda (à direita) recebeu a homenagem em nome do Clube (Foto: Orlando Bento/MTC)

Homenagem para a base
As equipes Sub-15 e Sub-18 do Minas também foram homenageadas. Os times conquistaram, neste mês, o título de campeãs do Campeonato Brasileiro Interclubes (CBI). Durante o intervalo, as equipes foram convidadas a entrar em quadra e receberam os troféus da diretora Keyla Monadjemi e da ex-levantadora do Minas Karine Guerra, que acompanhou o jogo na Arena.

Equipes Sub-15 e Sub-18 do Minas foram homenageadas na Arena MTC Equipes Sub-15 e Sub-18 do Minas foram homenageadas na Arena MTC (Foto: Orlando Bento/MTC)

Ficha técnica
Minas: Macrís, Bruna Honório, Carol Gattaz, Mayany, Natália, Gabi e a líbero Léia. Entraram: Bruninha, Mara, Georgia, Malu, Lana. Técnico: Stefano Lavarini.
Sesc-RJ: Roberta, Mayhara, Monique, Kosheleva, Juciely, Peña e a líbero Gabiru. Entraram: Vitória, Bia, Carol Leite e Kasiely. Técnico: Bernardo Resende.
Árbitros: Guilherme Mendonça e Anderson Caçador, ambos de Minas Gerais.
Público: 2.342 torcedores.

Superliga Feminina – Primeiro Turno
16/11 – BRB/ Brasília Vôlei (1 x 3) Minas – Brasília (DF) –  (25/21 12/25 14/25 23/25)
20/11 – Minas (3 x 0) São Cristóvão Saúde/São Caetano – Arena MTC (25/14, 25/17 e 25/13)
23/11 – Sesi Vôlei Bauru (1 x 3) Minas – Bauru (SP) –  (16/25, 18/25, 25/15 e 22/25)
27/11 – E.C. Pinheiros (0 x 3) Minas – São Paulo (SP) –  (17/25, 17/25 e 19/25)
15/12 – Vôlei Balneário Camboriú (0 x 3) Minas – Camboriú (SC) –  (11/25, 12/25 e 20/25)
18/12 – Osasco/Audax (0 x 3) Minas – Osasco (SP) –  (15/25, 29/31 e 27/29)
21/12 – Minas (3 x 2) Sesc-RJ – Arena MTC – (26/28, 25/11, 25/22, 16/25 e 15/13)
4/1 – 21h30 – Dentil/ Praia Clube x Minas – Uberlândia (MG) –  SPORTV
8/1 – 19h30 – Fluminense x Minas – Rio de Janeiro (RJ) –  SPORTV
11/1 – 21h – Minas x Curitiba Vôlei – Arena MTC
15/1 – 19h30 – Hinode/ Barueri x Minas – Barueri (SP)

Patrocinador: Localiza Hertz 
Patrocinador: Axial
Patrocinador:  JAM Engenharia
Fornecedor de Material Esportivo: Rainha

Siga as redes sociais oficiais do Vôlei do Minas:
Facebook: /mtcvolei
Instagram: @mtcvolei

 Fotos: Orlando Bento/MTC