Partiu, China!

Itambé/Minas é tetracampeão Sul-americano e garante vaga no Mundial de Clubes

Partiu, China!


O Itambé/Minas escreveu mais um capítulo vitorioso em sua história. Na tarde desse sábado, na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte, a equipe minastenista conquistou o quarto título do Campeonato Sul-americano Feminino de Clubes (1999, 2000, 2018 e 2019). A equipe deu show em quadra e venceu o Dentil/Praia Clube em um jogo emocionante. A superioridade minastenista no jogo, principalmente, nos dois primeiros sets, não deu tempo para o time de Uberlândia (MG) reagir. Intenso e muito forte no ataque, a equipe da capital levantou a taça ao fazer 25/21, 25/16 e 26/24. Além do título, o Itambé/Minas garantiu vaga no Campeonato Mundial de Clubes, que será em dezembro, na China. A central e capitã Carol Gattaz foi a maior pontuadora do jogo, com 18 pontos. A oposta Bruna Honório e a ponteira Natália também estiveram entre as principais pontuadoras, com 13 e 12 acertos cada.

Equipe minastenista conqusitou o terceiro título da temporada (foto: Orlando Bento/MTC)Equipe minastenista conqusitou o terceiro título da temporada (foto: Orlando Bento/MTC)

Antes da decisão, o San Lorenzo venceu o Boca Juniors, no clássico argentino, por 3 sets a 0 (25/21, 25/19 e 25/20), e ficou com o terceiro lugar no campeonato.

A seleção do torneio foi dominada pelas minastenistas. Gabi foi a melhor ponteira. A líbero Léia foi melhor jogadora da posição. Macrís foi escolhida a melhor levantadora do Sul-americano, enquanto Bruna Honório foi a melhor oposta. A capitã Carol Gattaz foi eleita a melhor jogadora do Campeonato Sul-americano 2019 (MVP). A seleção foi completa pela ponteira Fernanda Garay e a central Fabiana, ambas do Praia, e, ainda, Bianca Fariad, do San Lorenzo.

O técnico Stefano Lavarini avaliou o resultado e disse que, pela postura do time, o resultado foi justo. “Grande título, contra um grande time. Fizemos um grande jogo contra o Praia, que teve um saque muito forte e acreditou. Tiveram todas as oportunidades de ganhar o jogo, mas a gente ficou atento nas situações da partida e buscamos desenvolver bem o nosso jogo. Depois conseguimos impor o nosso saque/passe e trabalhamos muito bem os contra-ataques. Enfim, foi um excelente jogo, tivemos uma postura firme e merecemos o resultado”, destacou o treinador minastenista, que conquistou o segundo título sul-americano seguido no comando do Itambé/Minas.

A decisão
Foi um jogo de tirar o fôlego. Itambé/Minas e Dentil/Praia Clube representaram muito bem o estado de Minas Gerais. Quando a bola subiu, os torcedores assistiram um jogo de arrepiar. O equilíbrio entre as equipes era esperado. Às vezes, as visitantes passavam à frente, mas, na maior parte do tempo, o Itambé/Minas ficou na liderança do placar no primeiro set. Mais uma vez, a levantadora Macrís ditou o ritmo do ataque minastenista, que dificultou a vida das defensoras do Praia. Carol Gattaz aproveitou muito bem as bolas de china, enquanto Bruna Honório, Natália e Gabi soltaram o braço pelas extremidades e pelo meio. Quando o ataque adversário passava pelo bloqueio, a líbero Léia fechava o fundo de quadra. Aos poucos, as minastenistas conseguiram abrir vantagem para vencer o set em 25/21.

O segundo set começou da mesma forma do primeiro. O Praia tentou forçar o saque, mas a defesa minastenista esteva atenta e, nos contra-ataques, conseguiu fazer o seu jogo. A partir de um empate no oitavo ponto (8 a 8), as minastenistas passaram à frente (10/8). Após um ace de Gabi, um bloqueio e outro ataque de Carol Gattaz, o Itambé/Minas abriu vantagem (13/8). A equipe adversária sentiu a pressão e cometeu alguns erros. As donas da casa, por outro lado, mantiveram o ritmo e ampliaram a vantagem (17/9). O Praia tentou reagir, mas o time da capital mineira não deu trégua. Com um ataque forte, a equipe da casa fez 2 sets a 0: 25/16.

O último set foi o mais equilibrado. O Dentil/Praia Clube tentou reagir no jogo e fez o um set bom. As duas equipes disputaram o ponto a ponto do início ao fim. O bloqueio minastenista teve trabalho, mas, por outro lado, o ataque adversário cometeu alguns erros. Carol Gattaz, Macrís e Bruna Honório se destacaram e foram importantes na vitória que deu o título à equipe da capital mineira. O placar do set foi de 26/24.

A capitã Carol Gattaz comemorou o resultado e destacou o bom momento na carreira. “Nesta final, o time inteiro jogou muito bem. Jogamos bem no passe, no ataque e na defesa. Esse é o nosso jogo, esse é o nosso time. A equipe toda está de parabéns e tenho muito orgulho em vestir e defender essa camisa. É uma honra muito grande estar aqui no Minas. É o melhor clube que já trabalhei. Ao longo da minha carreira já defendi grandes times, mas, sem dúvida, este é o melhor. E esse prêmio individual só coroou o nosso grupo e fico feliz por ele e pelo bom momento em minha carreira”, comentou a melhor jogadora do Sul-americano 2019.

A Campanha
Para chegar ao título, o Itambé/Minas fez uma campanha impecável no Campeonato Sul-americano 2019. O time mineiro superou todos os seus adversários e não perdeu nenhum set no campeonato. Na estreia, a equipe atropelou o Club Olympic, da Bolívia. Depois, as minastenistas venceram o Boca Juniors, da Argentina. Antes de encarar o Praia Clube, o Itambé/Minas enfrentou outra equipe argentina. Do outro lado da quadra, o San Lorenzo bem que tentou, mas não suportou a força do ataque minastenista e também ficou pelo caminho. Já nesse sábado, o Praia Clube foi um adversário forte. Em um jogo bem disputado, a equipe da capital superou o time do Triângulo Mineiro e subiu no alto do pódio.

Ficha técnica
Itambé/Minas:
 Macrís, Bruna Honório, Mara, Carol Gattaz, Natália, Gabi e Léia (líbero). Entraram: Lana, Georgia, Mayany e BruninhaTécnico: Stefano Lavarini.
Dentil/Praia Clube: Lloyd, Michele, Fabiana, Fernanda Garay, Fawcett, Carol e Suellen (líbero). Entraram: Rosamaria, Ananda, Paula Borgo e LaísTécnico: Paulo Coco.
Árbitros: Paulo Beal e Ivan Cardoso, ambos de Minas Gerais

Tabela Sul-americano
19/2 (terça-feira)
Dentil/Praia Clube (3 x 0) Boca Juniors – Arena MTC (25/17, 25/12 e 25/13)
Itambé/Minas (3 x 0) Club Olympic – Arena MTC (25/11, 25/13 e 25/12)

20/2 (quarta-feira)
San Lorenzo (3 x 0) Club Olympic – Arena MTC (25/11, 25/14 e 25/12)
Itambé/Minas (3 x 0) Boca Juniors – Arena MTC (25/9, 25/14 e 25/15)

21/2 (quinta-feira)
Boca Juniors (3 x 0) Club Olympic – Arena MTC (25/16, 25/13 e 25/18)
Dentil/Praia Clube (3 x 0) San Lorenzo – Arena MTC (25/6, 25/18 e 25/10)

22/2 (sexta-feira)
Dentil/Praia Clube x Club Olympic – Arena MTC (25/13, 25/5 e 25/17)
Itambé/Minas x San Lorenzo – Arena MTC (25/22, 25/12 e 25/19)

23/2 (sábado)
Boca Juniors (0 x 3) San Lorenzo – Arena MTC (25/21, 25/19 e 25/20)
Itambé/Minas (3 x 0) Dentil/Praia Clube – Arena MTC (25/21, 25/16 e 26/24)

Cemig e a Usiminas são as patrocinadoras oficiais do Campeonato Sul-americano Feminino de Clubes 2019.

O Campeonato Sul-americano Feminino de Vôlei possui incentivo do Minas Esportiva Incentivo ao Esporte por meio do Decreto 46.308/2013 – projeto número 2018.02.007.

 

Patrocinador: Itambé
Patrocinador: Localiza Hertz 

Patrocinador: Axial
Patrocinador:  JAM Engenharia
Fornecedor de Material Esportivo: Rainha


Siga as redes sociais oficiais do Vôlei do Minas:
Facebook: /mtcvolei
Instagram: @mtcvolei

 

Fotos: Orlando Bento/MTC