Para esquecer

Camponesa/Minas perde para o Sesc-RJ e faz jogo decisivo no sábado



A Camponesa/Minas não conseguiu evitar a derrota no segundo jogo da série melhor de cinco da fase semifinal da Superliga Feminina. Na noite dessa segunda-feira, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ), a equipe minastenista foi superada pelo Sesc-RJ, por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/21 e 25/14. A oposta Hooker foi a maior pontuadora do time minastenista, com 14 acertos. Drussyla, do Rio, foi eleita a melhor em quadra e levou o Troféu Viva Vôlei.

Camponesa/Minas não conseguiu passar pelo bloqueio adversário (Foto: Orlando Bento/MTC)Camponesa/Minas teve dificuldades para passar pelo bloqueio adversário (Foto: Orlando Bento/MTC)

Agora, o time minastenista retorna para Belo Horizonte, nesta quarta-feira, e volta ao Rio de janeiro, na sexta, para o terceiro duelo da série, que será no sábado (31/3), novamente, na Jeunesse Arena, às 15h. A partida terá transmissão do Sportv e da Redetv. As minastenistas precisam vencer o terceiro jogo para forçar a quarta partida da série e seguir na briga por uma vaga na final da competição.

O jogo...
A Camponesa/Minas iniciou a partida dessa segunda-feira em busca da vitória para empatar a série. O time tentou pressionar as donas da casa, mas, no primeiro set, acabou sofrendo com a sucessão de erros na recepção e no saque. O Sesc-RJ, por outro lado, esteve muito seguro na defesa e no ataque.  Desta forma, o Rio de Janeiro abriu 1 a 0 no jogo: 25/16.

Na parcial seguinte, a Camponesa/Minas conseguiu equilibrar melhor o jogo e até abriu vantagem no set (14/11). Porém, o nervosismo acabou levando a equipe mineira a cometer novos erros de recepção e passe. Mais consistente, o Sesc-RJ fez 2 a 0: 25/21.

No terceiro set, a equipe minastenista tentou jogar no contra-ataque, mas o bloqueio carioca impediu qualquer reação. Inseguro e nervoso em quadra, o time mineiro viu as cariocas fecharem o jogo: 25/14.

A capitã Carol Gattaz diz que o resultado não era o esperado, e o time precisa voltar à quadra com outra postura. “Hoje foi o nosso pior jogo da temporada. Precisamos entra em quadra com outra postura. Faltou concentração e o nosso time não conseguiu fazer as jogadas que precisava fazer. Temos que ter cabeça para voltar no sábado e fazer um jogo melhor. Erramos muito e isso não pode acontecer”, avaliou a central minastenista.

Ficha técnica
Camponesa/Minas:
 Macrís, Rosamaria, Carol Gattaz, Mara, Newcombe, Rosamaria e a Léia (líbero). Entraram: Pri Daroit, Geórgia, Laiza e Mayany. Técnico: Stefano Lavarini.
Sesc-RJ:  Roberta, Juciely, Drussyla, Gabi, Mayhara, Monique e Fabi. (líbero). Entraram:  Carol Leite e Fabiana. Técnico: Bernardo Rezende .
Árbitros: Paulo Beal, de Santa Catarina, e Fernando Antônio Paes, do Rio Grande do Norte.

Superliga – Semifinal
23/3 – Camponesa/Minas (2 x 3) Sesc-RJ – Arena MTC – Sportv
26/3 – Sesc-RJ (3 x 0) Camponesa/Minas – Jeunesse Arena (RJ) – Sportv
31/3 – 15h – Sesc-RJ x Camponesa/Minas – Jeunesse Arena (RJ) – Sportv e Rede TV!
3/4 – 21h30 – Camponesa/Minas x Sesc-RJ – Arena MTC – Sportv (se necessário)
6/4 – 21h30 – Sesc-RJ x Camponesa/Minas – Arena MTC – Jeunesse Arena (RJ) – Sportv (se necessário) 

Patrocinador: Leite Camponesa
Patrocinador: Embaré
Patrocinador: Localiza Hertz
Patrocinador: Newton Paiva
Fornecedor de Material Esportivo: Karine Lessa