Na raça!

Minas passa pelo Montes Claros e vai à final do Estadual



Uma semifinal dramática. Assim foi Minas e Montes Claros, realizado na noite desta terça-feira (4/10), no ginásio Tancredo Neves, no norte de Minas. No fim, a tradição minastenista falou mais alto. O time de Belo Horizonte garantiu vaga na final do Campeonato Mineiro ao bater os anfitriões por 3 sets a 2. As parciais foram 26/24, 25/19, 21/25, 22/25 e 15/13.

Equipe minastenista derrotou o Montes Claros, fora de casa, e está na final do MineiroEquipe minastenista derrota o Montes Claros, fora de casa, e está na final do Mineiro (Foto: Chris Jilvan/Divulgação)

Agora, Minas e Sada Cruzeiro decidem quem será o campeão mineiro em 2016. A decisão será realizada nesta sexta-feira (7/10), às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Por ter feito melhor campanha na primeira fase, o time cruzeirense tem o direito de decidir o título em casa.

O Minas começou o jogo desta terça-feira com muita intensidade no ataque. A equipe chegou a abrir 6/2, mas o time do norte de Minas logo equilibrou a partida. O duelo seguiu bem disputado até os últimos pontos da parcial, vencida pelos minastenistas por 26/24.

No segundo set, foi o Montes Claros que abriu vantagem (3/0), o que obrigou o técnico Nery Tambeiro a parar o jogo. Após o pedido de tempo, o Minas melhorou e passou à frente do placar. Com bom aproveitamento na recepção e boas viradas de bola, a equipe minastenista foi mais eficiente e fechou o set com tranquilidade: 25/19.

O terceiro set foi marcado por uma confusão no fim. A partida estava empatada em 20/20, quando o Montes Claros foi ao saque, e a arbitragem apontou bola dentro. O ponteiro Mão reclamou com o árbitro, que aplicou o cartão amarelo ao jogador do Minas. Na sequência, outro saque do Montes Claros, e a bola foi fora da quadra. No entanto, o árbitro deu o ponto para o time da casa, alegando que a bola teria tocado em Mão. O atleta reclamou duramente com o árbitro, que aplicou o cartão vermelho, dando mais um ponto ao Montes Claros. A situação desconcentrou o time minastenista, que não conseguiu reagir e perdeu o set por 25/21 (2 a 1 no jogo).

O Minas voltou para a quadra desatento. Aos poucos, o time de Belo Horizonte conseguiu equilibrar o jogo, mas não teve forças suficientes para evitar a derrota no quarto set: 25/22 (2 a 2).

No tie break, Minas e Montes Claros travaram um duelo emocionante. Os minastenistas mostraram mais maturidade em quadra e souberam aproveitar as chances de ataque. A defesa esteve atenta, e o bloqueio de Flávio e Mão parou o ataque do time do norte de Minas, que acabou superado: 15/13 e fim de jogo.

Minas:  Gelinsky, Flávio, Petrus, Mão, William, Samuel e Rogerinho (líbero). Entraram: Thiago Vanole e Carísio. Técnico: Nery Tambeiro.

Patrocinador: JAM Engenharia
Patrocinador: Hermes Pardini

Patrocinador: UniBH

Fornecedora de materiais esportivos: Ícone Sport