Missa Dançante

Minas reedita evento de sucesso nos anos 1950 e 1960

Missa Dançante


(Foto de 1950/Autoria Desconhecida/Acervo do Centro de Memória Minas Tênis Clube. Da esquerda para a direita: Pacífico Mascarenhas, Marco Antônio Ladeira, José Ronald Rabello (Tuíca) e Ronaldo Monteiro Resende)

 

No dia 6 de maio, das 10h às 14h, o Minas Tênis Clube reedita a Missa Dançante, evento que marcou época em Belo Horizonte, nas décadas de 1950 e 1960, e que contará com a presença de minastenistas que ainda fazem parte do quadro social do Clube e ex-sócios. O revival será na Sede Social do Minas I e terá a participação de Pacífico Mascarenhas, criador da Missa Dançante, que também trará convidados marcantes do cotidiano da capital de outrora. “Os penetras da turma da Savassi, desta vez, são convidados”, explica Pacífico.

A Missa Dançante será embalada pelos shows de Washington Toledo Trio e A Turma da Música, a partir das 11h. Haverá também o lançamento do livro/CD “A turma da Savassi....que virou nome de bairro”, de Jorge Fernando dos Santos.

Na obra, o jornalista e escritor mineiro conta a história da famosa “Turma da Savassi”, formada no início da década de 1940, e da Belo Horizonte dos anos dourados, com destaque para o bairro Funcionários, a Padaria Confeitaria Savassi, os bondes, o Minas Tênis Clube, os cinemas, bares, colégios, praças e igrejas da cidade. Jorge Fernando desenvolveu a obra a convite do Pacífico Mascarenhas.

A Missa Dançante é gratuita ao sócio do Minas e para ex-sócios daquela época, que deverão apresentar a carteira social antiga na entrada. Haverá serviço de bar à parte.