Falta uma

Minas vence o Universo/Vitória e força o quinto jogo nos playoffs do NBB



Minas terá jogo decisivo nesta quinta, em Salvador (BA) (Foto: Orlando Bento / Minas Tênis Clube)Minas terá jogo decisivo nesta quinta, em Salvador (BA) (Foto: Orlando Bento / Minas Tênis Clube)

O Minas segue na busca pelo título do Novo Basquete Brasil (NBB) 2017/18. Na noite desta segunda-feira (9/4), na Arena MTC, a equipe minastenista enfrentou o Universo/Vitória. Era o quarto jogo da série melhor de cinco partidas, e os visitantes levavam vantagem na disputa. Com duas vitórias, bastava outro triunfo para que a equipe de Salvador (BA) seguisse na competição. Mas não foi isso o que os 636 torcedores viram na Arena. No Life Fitness Basketball Experience, o Minas fez grande jogo, principalmente no segundo tempo, e venceu a partida por 75 a 64 (11/12, 16/21, 22/14 e 26/17). Agora, a série das oitavas está empatada. Com duas vitórias para cada lado, a equipe que irá avançar no NBB será conhecida na noite desta quinta-feira (12/4), quando Minas e Universo/Vitória voltam a se enfrentar. O duelo será na casa dos baianos e ainda não teve o horário definido pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

O jogo

A partida começou com domínio do Minas. Com boa atuação na defesa, os minastenistas frustraram o ataque do Universo/Vitória nos primeiros minutos. Como o aproveitamento no ataque era bom, o Minas abriu pequena vantagem no marcador. Na parte final do primeiro quarto, porém, o jogo ficou equilibrado. No último minuto, os visitantes conseguiram acertar uma bola de três pontos e fecharam a parcial por 12 a 11. O segundo quarto também começou marcado pelo equilíbrio. Depois dos cinco primeiros minutos, o Universo/Vitória teve melhor desempenho, o que ajudou na vitória parcial por 21 a 16.

Billy Rush anotou 23 pontos na vitória do Minas (Foto: Orlando Bento / Minas Tênis Clube)Billy Rush anotou 23 pontos na vitória do Minas (Foto: Orlando Bento / Minas Tênis Clube)

Precisando da vitória, o Minas voltou do intervalo disposto a fazer uma partida de recuperação. E foi justamente isso o que aconteceu. Com bom desempenho defensivo e fantástica atuação de Billy Rush, o Minas venceu o terceiro quarto por 22 a 14 e assumiu a liderança do placar. No último quarto, o jogo foi emocionante. O Minas teve muita tranquilidade e foi preciso nos dois lados da quadra. Mesmo estourando o limite de faltas ainda bem cedo, a equipe minastenista venceu a parcial por 26 a 17 e o jogo por 75 a 64.

A hora do Rush

A atuação do ala norte-americano Billy Rush não sairá da memória do torcedor minastenista com facilidade. Ele foi fundamental para o triunfo mineiro. O camisa 1 contribuiu com 23 pontos e cinco rebotes. No terceiro quarto, quando o Minas assumiu a liderança do placar, Billy Rush teve 100% de aproveitamento nos arremessos (14 pontos em 14 tentados).

Também jogaram muito

Gegê (armador) – dez pontos, um rebote e seis assistências.
Evan Roquemore (ala/armador) – dez pontos, cinco rebotes e duas assistências.
Teichmann (ala/pivô) – quatro pontos, nove rebotes e quatro assistências.

Fala aí, comandante

“No intervalo, não teve nenhuma conversa especial. Foi mais uma conversa para tranquilizar, eles estavam muito ansiosos. Tinha muita disposição, mas eles estavam ansiosos, queriam muito fazer as coisas acontecerem. Foi mais para acalma-los e colocar a equipe com uma rotação um pouco mais baixa, para ter um pouco mais de clarividência. E tem aquela história do jogador que se sente bem. O Billy (Rsh) veio para o jogo, matando as bolas, tranquilo. Um cara sereno, que precisa disso, fico feliz por ele. Vamos tentar dar sequência, porque queremos passar para as quartas de final” – técnico Flávio Espiga.

O cara

“Era um jogo muito importante. Era vencer ou ir para casa. Deixamos tudo em quadra. Todos no time estavam focados. Assim, conquistamos a vitória” – ala Rush.

Novo anúncio

A entrada dos jogadores em quadra foi diferente. A MM Efeitos Especiais montou um projeto especial para anunciar o elenco minatenista. O torcedor foi presenteado com uma surpresa empolgante na Arena MTC.

Prêmios

O basquete minastenista contou com a parceria da Apreciare no jogo desta segunda-feira. Ao longo da partida, a Apreciare divulgou as metas que, quando cumpridas, renderam prêmios exclusivos aos torcedores.

Camisas

A torcida também concorreu ao manto minastenista. A cada dez pontos marcados pelo Minas, uma camisa oficial era arremessada ao público. 

Ficha técnica

Minas: Gegê, Roquemore, Audrei, Wesley e Teichmann.
Entraram: Rush, Jefferson, Mosso e Rhoomes.
Técnico: Flávio Espiga.

Universo/Vitória: Dawkins, Okorie, Arthur, Maique e Murilo.            
Entraram: João Pedro, Renato, Shaw, Mariano e Kurtz.
Técnico: Régis Marrelli.

Árbitros: Marcos Fornies Benito, Jacob Cassimiro Barreto e Gustavo Edson Mathias.

Público: 636 torcedores.

Playoffs do NBB – Oitavas de final

Universo/Vitória (8º) x Minas Tênis Clube (9º) – vencedor encara o Flamengo nas quartas de final 

1/4 – Minas (80 x 65) Universo/Vitória – Arena Minas Tênis Clube 
4/4 – Universo/Vitória (71 x 63) Minas – Salvador (BA)
6/4 – Universo/Vitória (74 x 65) Minas – Salvador (BA) 
9/4 – Minas (75 x 64) Universo/Vitória – Arena Minas Tênis Clube
12/4 – horário a definir – Salvador (BA)

Patrocinador: Life Fitness
Fornecedor de material esportivo: 
Karine Lessa

Fotos: Orlando Bento / Minas Tênis Clube