Falhou!

Camponesa/Minas perde para o Terracap/BRB/Brasília Vôlei na Arena MTC



Por José Luiz Júnior

O Camponesa/Minas enfrentou um adversário duríssimo na noite dessa sexta-feira. Na Arena Minas Tênis Clube, as minastenistas foram derrotadas pelo Terracap/BRB/Brasília Vôlei, por 3 sets a 0. As parciais da partida foram 25/23, 25/20 e 28/26. Pelo lado minastenista, Rosamaria foi o destaque, com 14 pontos. Amanda, da equipe adversária, foi eleita a melhor jogadora em quadra e ficou com o Troféu Viva Vôlei. O público na Arena foi de 1.345 torcedores.

Agora, o Camponesa/Minas terá uma sequência de dois jogos longe de BH. O primeiro será realizado no sábado da próxima semana, dia 3 de dezembro, às 14h10, contra o Vôlei Nestlé, em Osasco (SP). A partida terá transmissão, ao vivo, da RedeTV. O segundo jogo fora de casa está marcado para o dia 9, contra o Fluminense, no Rio de Janeiro.

O Camponesa/Minas não conseguiu segurar o ataque do Brasília e acabou derrotado em casa (Foto: Ignácio Costa/Minas Tênis Clube)Camponesa/Minas não consegue segurar o ataque do Brasília e é derrotado em casa (Foto: Ignácio Costa / Minas Tênis Clube)

A noite dessa sexta-feira deve ser esquecida pela equipe. Para o técnico Paulo Coco, o time pagou caro pelas diversas falhas que cometeu, principalmente no setor defensivo. “Iniciamos a partida com um bom volume de jogo e conseguimos jogar de igual para igual, mas nossa defesa cometeu algumas falhas e perdemos o primeiro set por dois pontos. Já no segundo, erramos muito. Falhamos na defesa, e isso nos prejudicou. Precisamos trabalhar melhor nosso setor defensivo e não podemos cometer essa quantidade de erros. Só no terceiro set, nossa defesa voltou a funcionar e, de novo, perdemos por apenas dois pontos. Agora, vamos analisar onde pecamos e trabalhar durante a semana para pegar o Osasco, que é um time tradicional e tem muita força de ataque”, analisou o treinador minastenista.

A capitã Carol Gattaz também lamentou a derrota e acredita que o time precisa se concentrar melhor nos jogos. “Tem faltado volume de jogo. Iniciamos as partidas bem, mas erramos nos momentos decisivos. Nossa defesa tem falhado um pouco, e isso tem nos prejudicado. É levantar a cabeça, ter mais concentração e saber lidar com essa situação. Não temos tempo para lamentar, precisamos mudar e ter mais concentração nas partidas”, comentou.

O jogo

A partida desta sexta-feira começou com muito equilíbrio. As duas equipes disputaram ponto a ponto, do início ao fim. Com alguns erros de cada lado, o jogo ficou tenso. No fim, a equipe da capital federal levou pequena vantagem e fechou o primeiro set na frente: 25/23.

O Camponesa/Minas voltou para o segundo set nervoso. Com isso, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei aproveitou melhor as chances e abriu vantagem. O jogo chegou a ficar 21/11 para as adversárias, quando o Camponesa/Minas esboçou uma reação. Quando o placar marcava 24/20, a arbitragem ficou na dúvida em um lance. A bola do ataque de Brasília, segundo um dos fiscais de linha, tocou a antena da rede, o que seria o 21º ponto do Camponesa/Minas. No entanto, os árbitros, na dúvida e na pressão da equipe da capital federal, mandaram voltar o lance. Assim, o time minastenista, nervoso pela falha, perdeu o set no lance seguinte: 25/20.

No terceiro set, a defesa minastenista esteve melhor. Assim, o time equilibrou o duelo e, por pouco, não conseguiu a vitória. O Brasília, por sua vez, esteve muito atento e não permitiu que o Camponesa/Minas fechasse o set. Assim, depois de muito insistir, o Brasília fechou o jogo em 28/26.

Jaque no Minas

Nessa quinta-feira, foi confirmado o acerto do Camponesa/Minas com a ponteira Jaqueline, que volta ao Clube após uma temporada. O retorno da bicampeã olímpica só foi possível devido ao empenho da Camponesa/Embaré, patrocinadora máster da equipe, que não mediu esforços para promover a volta da atleta.

A apresentação oficial da jogadora ainda será definida, mas, no jogo dessa sexta-feira, mandou um recado aos torcedores minastenistas por meio de um vídeo exibido no telão da Arena. Os torcedores vibraram com as palavras da Jaque, que disse estar muito feliz em retornar ao Minas.

Camponesa/Minas: Naiane, Mara, Carol Gattaz, Fran, Pri Daroit, Rosamaria e Léia (líbero). Entraram: Maiara, Karine, Domingas, Renata, Karol Tormena e Natália. Técnico: Paulo Coco. Terracap/BRB/Brasília Vôlei: Roberta, Macris, Paula Pequeno, Vivian, Andréia, Amanda e Silvana (líbero). Entraram: Mari Helen, Larissa e Ana Paulo. Anderson Rodrigues. Arbitragem: Andreza Nogueira e Paulo de Tarso, ambos de Minas Gerais. Público: 1.345 torcedores.

Superliga – Primeiro turno

27/10 – Genter/Vôlei Bauru (3 x 1) Camponesa/Minas – Bauru (SP)
4/11 – Camponesa/Minas (3 x 0) São Cristóvão Saúde/São Caetano – Arena Minas Tênis Clube
14/11 – Pinheiros (3 x 0) Camponesa/Minas – São Paulo (SP)
18/11 – Camponesa/Minas (3 x 1) Sesi-SP – Arena Minas Tênis Clube
22/11 – Rio do Sul (2 x 3) Camponesa/Minas – Rio do Sul (SC)
25/11 – Camponesa/Minas (0 x 3) Terracap/BRB/Brasília Vôlei – Arena Minas Tênis Clube
3/12 – 14h10 – Vôlei Nestlé x Camponesa/Minas – Osasco (SP)
9/12 – 20h – Fluminense F.C. x Camponesa/Minas – Rio de Janeiro (RJ)
13/12 – 20h – Camponesa/Minas x Dentil/Praia Clube – Arena Minas Tênis Clube
16/12 – 20h – Camponesa/Minas x Rexona-Sesc – Arena Minas Tênis Clube
21/12 – 20h – Camponesa/Minas x Renata Valinhos/Country – Arena Minas Tênis Clube

Patrocinador: Leite Camponesa
Patrocinador: Embaré
Patrocinador: Solótica
Patrocinador: 
Localiza
Fornecedora de materiais esportivos: Ícone Sports

Fotos: Ignácio Costa/Minas Tênis Clube