Valeu, Minas!



Minas perde para o Sada Cruzeiro, por 3 sets a 0, e se despede da Superliga 2014/15 entre os quatro melhores

O Minas entrou em quadra, nesta segunda-feira, para a partida decisiva contra o Sada Cruzeiro, pela semifinal da Superliga 2014/15. O jovem time minastenista não conseguiu segurar o time cruzeirense e acabou derrotado por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/11 e 25/19, na Arena Minas Tênis Clube. Com 16 pontos, o cubano Leal foi o maior pontuador e eleito o melhor jogador da partida.

Com o resultado, o Minas se despede da competição nacional entre os quatro melhores times. O elenco reformulado e com vários atletas da base fez uma campanha surpreendente, conquistando importantes vitórias dentro e fora de casa sobre equipes favoritas ao título, como Sesi-SP, Taubaté/Funvic, Vôlei Brasil Kirin e Sada Cruzeiro.

Minas fez campanha surpreendente na Superliga 2014/15 Minas fez campanha surpreendente na Superliga 2014/15

Após a partida na Arena, o técnico Nery Tambeiro falou sobre o jogo e a colocação geral do Minas na Superliga. “Estamos entre os quatro melhores times de forma honrosa, nossa equipe surpreendeu e se superou durante toda a disputa da competição. Hoje o Sada Cruzeiro acelerou, mostrou tudo o que ainda não tinha mostrado, e teve total mérito para a vitória. Não conseguimos sair do jogo deles e acabamos nos despedindo da Superliga”.

O ponteiro Samuel, que retornou às quadras nesta temporada após um longo período se recuperando de lesão, lamentou a derrota e a desclassificação da equipe. “Estamos chateados, não conseguimos jogar e mostrar tudo o que fizemos durante a competição. Contra o Sada Cruzeiro, se não jogar em alto nível fica muito difícil. Agora temos que olhar para frente, chegamos até a semifinal, mais longe do esperávamos, e isso também é importante”.

O jogo
O Sada Cruzeiro começou melhor na partida desta segunda-feira. Com bom aproveitamento no saque, a equipe cruzeirense abriu vantagem logo no início da partida. Precisando se recuperar, o Minas também passou a forçar mais o saque, mas sem muito sucesso. No ataque, as duas equipes trabalharam bem, e, com pontos de bloqueio, o time minastenista encostou no placar. Mas, com o levantador William fazendo boa distribuição de bola e o cubano Leal inspirado, o time cruzeirense definiu os seus ataques e fechou o set em 25 a 22.

A segunda parcial começou equilibrada, com as duas equipes marcando pontos. Mas, aos poucos, o Sada Cruzeiro voltou a dominar o jogo e chegou à frente no primeiro tempo técnico (8 a 5), em mais um bom momento de Leal. Já pelo lado do Minas, o também cubano Escobar teve dificuldade para sair da marcação e não conseguiu pontuar. O Sada Cruzeiro marcou no ataque (17), saque (3) e bloqueio (2), enquanto o Minas marcou apenas seis pontos de ataque. A diferença se refletiu no placar final do set, com vitória cruzeirense por 25 a 11.

Embalados pela boa vitória no set anterior, os jogadores do Sada Cruzeiro voltaram com tudo para a terceira parcial. Logo no início a equipe abriu 5 a 0, e o técnico Nery Tambeiro parou a partida para orientar os seus jogadores. Mas o time cruzeirense não deixou o ritmo cair, continuou eficiente no ataque e administrou a vantagem. Já sem poder de reação, o Minas viu o Sada Cruzeiro fazer 25 a 19, e vencer a partida por 3 sets a 0.

Minas: Everaldo, Escobar, Bruno Canuto, Samuel, Otávio, Flávio e o líbero Lucianinho. Entraram: Franco, Felipe e João Rafael. Técnico: Nery Tambeiro.

Sada Cruzeiro: William, Wallace, Filipe, Leal, Isac, Éder e o líbero Serginho. Entraram: Fernando e Alan. Técnico: Marcelo Mendez.

Fotos: Orlando Bento.

Superliga – Semifinal

20/3 – Sada Cruzeiro (3 x 1) Minas – Contagem (MG)
30/3 – Minas (0x3) Sada Cruzeiro – Arena Minas Tênis Clube 

Patrocinador: Leite Camponesa
Patrocinadora: Tambasa
Fornecedora de materiais esportivos: Kanxa