Não acabou!

Camponesa/Minas perde para o Rexona-Sesc e faz o quinto jogo no Rio



A semifinal da Superliga Feminina terá mais um capítulo. Nesta terça-feira, na Arena Minas Tênis Clube, o Camponesa/Minas não conseguiu encerrar a série melhor de cinco e foi superado pelo Rexona-Sesc, por 3 sets a 1. O time teve dificuldades no início do jogo, reagiu no terceiro set, mas não conseguiu evitar o revés, que teve as parciais de 25/12, 25/18, 27/29 e 25/23. A oposta norte-americana Hooker foi o destaque do time, com 22 pontos. Pelo lado carioca, Drussyla levou o Troféu Viva Vôlei. O público na Arena foi de 3.600 torcedores.

Camponesa/Minas xxxxxxCamponesa/Minas e Rexona-Sesc fazem jogo decisivo no Rio de Janeiro (Foto: Orlando Bento / Minas Tênis Clube)

Agora, os dois times têm duas vitórias na série. Por ter feito melhor campanha na fase classificatória, o Rexona-Sesc recebe o quinto e decisivo jogo da fase semifinal. O duelo será na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, nesta sexta-feira (14/4), às 20h. Quem vencer enfrenta o Vôlei Nestlé na final, já garantido na decisão, após eliminar o Dentil Praia Clube.

Fala, meninas
“Sinceramente, nosso jogo não encaixou. Erramos no início e não conseguimos reverter. A única coisa que temos que fazer, agora, é focar muito em vencer o Rexona-Sesc. É nossa única prioridade” - oposto Hooker.

“Não acabou nada. Não é surpresa para ninguém que essa série seria desta forma. Sabíamos das dificuldades que teríamos ao enfrentar Rexona. Mas, ainda, não acabou. Vencemos dois seguidos lá e temos condições de ganhar novamente. Vamos tentar vencer novamente” - ponteira Rosamaria.

Homenagem
O nadador Thiago Pereira, que, recentemente, encerrou a vitoriosa carreira, foi homenageado no intervalo da partida. O ex-atleta foi convidado a entrar em quadra, recebeu o carinho dos torcedores presentes e ganhou uma placa do vice-presidente do Minas, Carlos Henrique Martins Teixeira, e do diretor de Esportes do Clube, Carlos Antonio da Rocha Azevedo.

Vice-presidente e diretor de Esportes do Minas, respectivamente, entregam a placa a Thiago Pereira (Foto: Orlando Bento/Minas Tênis Clube)Vice-presidente e diretor de Esportes do Minas entregam placa a Thiago Pereira (Foto: Orlando Bento / Minas Tênis Clube)

Emocionado, Thiago Pereira agradeceu ao Minas por todos os momentos vividos no Clube. “Fiquei muito feliz por esse momento. Ao chegar aqui, comecei a me lembrar das primeiras vezes que vinha ao Clube. Fiz questão de passar perto da república onde morei, na rua Espírito Santo, e me emocionei. Só tenho a agradecer ao Minas por tudo que vivi no esporte. Foi graças a esse Clube maravilhoso. Muito obrigado a todos”, comentou Thiago Pereira.

Thiago representou a equipe de natação do Minas em duas oportunidades. De 2001 a 2010 e entre 2015 e 2016. O nadador construiu uma carreira vitoriosa e honrosa no esporte. Foi medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, nos 400m medley; medalhista de bronze no Mundial de Barcelona 2013, nos 400m e nos 200m medley; medalhista de prata no Mundial de Kazan 2015, nos 200m medley; e é o maior medalhista da história dos Jogos Pan-Americanos, com 23 conquistas.

Veja, abaixo, o momento da entrega da placa ao ex-nadador do Minas.



Ações de marketing
A partida dessa terça-feira teve um show de interações com o torcedor minastenista. Fora do ginásio, os primeiros torcedores chegaram por volta das 13h. Ali, já começaram a se animar. Com o passar o tempo, o coração bateu mais forte. Já dentro da Arena, canhões de luzes e músicas animadas agitaram o pré-jogo. A Camponesa distribuiu camisas e batecos para colorir a arquibancada destinada à Torcida Vitaminada.

Os torcedores receberam também batecos da Localiza e copos personalizados da Solótica. Teve também um espaço privilegiado da Sky. Três torcedores foram convidados a assistir ao jogo em um confortável sofá, bem próximo da quadra de jogo e das jogadoras.

Ficha técnica
Camponesa/Minas: 
Naiane, Hooker, Carol Gattaz, Mara, Jaque, Rosamaria e Léia (líbero). Entraram: Karine, Pri Daroit, Fran, Maiara e Renata. Técnico: Paulo Coco.
Rexona-Sesc: Roberta, Gabi, Juciely, Monique, Drussyla, Carol e Fabi (líbero). Entraram: Régis e Helô. Técnico: Bernardo Rezende.
Árbitros: Paulo Beal, de Santa Catarina, e Silvio da Silveira, do Rio Grande do Sul. Público: 3.600 torcedores.

Semifinal
31/3 – Camponesa/Minas (0 x 3) Rexona-Sesc – Arena MTC
4/4 – Rexona-Sesc (1 x 3) Camponesa/Minas - Rio de Janeiro (RJ)
7/4 – Rexona-Sesc (2 x 3) Camponesa/Minas - Rio de Janeiro (RJ)
11/4 – Camponesa/Minas (1 x 3) Rexona-Sesc - Arena MTC
14/4 – 20h - Rexona-Sesc x Camponesa/Minas - Rio de Janeiro (RJ)


Patrocinador: Leite Camponesa
Patrocinador: Embaré
Patrocinador: Solótica
Patrocinador: 
Localiza
Fornecedora de materiais esportivos: Ícone Sports

Fotos: Orlando Bento / Minas Tênis Clube